O quão medíocre você é?

Definitivamente, nestes últimos dias tenho sentido a necessidade de que preciso me tornar “bom” em alguma coisa. É incrível como me sinto medíocre e percebo o quanto dá para melhorar em praticamente tudo que faço. Se me acomodei no trabalho? Sei lá, talvez seja uma consequência de tanto tentar coisas novas e me frustrar.

Para alguém que está longe de ter dedicação exclusiva no mestrado, tenho relativamente boas notas. Entretanto, sinto que meu trabalho é bem mediano, sem nenhum impacto real. Como programador? Tenho a teoria inteira na cabeça, mas nunca fiz nada relevante também e nem tenho portfólio de interesse. Tenho um certificado de especialização em Administração de Empresas, com notas boas e por uma instituição reconhecida, porém também não me sinto preparado para qualquer coisa. Por mais que estude muito, sinto que não saio do lugar – apesar de que também ainda não defini para onde quero ir. A única exceção que tenho a tudo é legendar anime porque passei 10 anos fazendo isso, mas não me sinto mais vontade de mexer com isso. Enquanto geofísico, já sinto que fiquei bastante para trás justamente por tentar trilhar outro caminho que não deu em nada.

Acho que, quando somos mais jovens, somos mais sonhadores; a frustração de que, aos meus 26 anos, nenhum sonho tem uma remota chance de se realizar – e porque minha vida é limitada – me abala. Mais um ano vai passar e sinto que não fiz nada de útil neste, e não consigo me manter fiel a minha resolução.

Me envolvia com várias comunidades: da geofísica, dos animes, do gamedev. Hoje me sinto tão isolado.
Oh well, procuremos uma solução para o problema. É o que mais sei fazer.

Publicado por

Daniel Araújo

Redator-chefe do próprio blog. Escreve bem sobre absolutamente nada, tem opinião sobre absolutamente tudo. Ninguém se importa mesmo assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *